29 de jul de 2010

Saber






da sua saúde,


querendo que esteja bem.


da sua casa,


rezando para que esteja em paz.


da sua família,


esperando que esteja em harmonia.


do seu trabalho,


desejando seu progresso.


dos seus problemas,


almejando suas soluções.


das suas finanças,


aspirando a que você prospere.


da sua vida sentimental,


torcendo para que você tenha um amor.


das suas preocupações,


pedindo a Deus que você encontre tranquilidade.


Se você está em solidão,


tomara que perceba que pode me chamar.

Se você se sente em abandono,


quero que encontre apoio na fé.

Saiba que você estará sempre acompanhado


pelo meu bom pensamento dirigido a você.


E se ainda assim tudo lhe parecer escuro,


e você sentir que nada posso fazer,


peço lhe que me conte que ainda lhe resta CORAGEM


e que me diga num breve recado


que recebeu esta minha mensagem.






Até sempre...

(Marcos Ernani)

"Deveríamos ser sensíveis como as crianças,
que sentem alegria nas pequenas coisas..."


Adeus,


que é tempo de marear!



Por que procuram pelos olhos meus

rastros de choro,

direções de olhar?



Quem fala em praias de cristal e de ouro,

abrindo estrelas nos aléns do mar?

Quem pensa num desembarcadouro?

- É hora, apenas, de marear.



Quem chama o sol? Mas quem procura o vento?

e âncora? e bússola? e rumo e lugar?

Quem levanta do esquecimento

esses fantasmas de perguntar?



Lenço de adeuses já perdi...Por onde?

- na terra, andando, e só de tanto andar...

Não faz mal. Que ninguém responde

a um lenço movido no ar...



Perdi meu lenço e meu passaporte

- senhas inúteis de ir e chegar.

Quem lembra a fala da ausência

num mundo sem correspondência?



Viajante da sorte na barca da sorte,

sem vida nem morte...



Adeus,

que é tempo de marear!



CECÍLIA MEIRELES